A banda foi fundada em abril de 2007 por Pablo Gusmão Rodrigues e Rafael Midugno em Porto Alegre-RS, com o nome inspirado em um disco, compilação de bandas punk da década de 1970, chamado “No Thanks! The '70s Punk Rebellion.

Ainda em 2007, houve o ingresso do baixista Renato Arrieche e, no ano seguinte, Rodrigo Corrêa assumiu a bateria. Essa formação manteve-se até o final de 2008.

Posteriormente, após um período de mais de quatro anos de inatividade, Pablo, Rafael e Rodrigo retomaram a banda em 2013. Em 2015, a No Gracias passou a fazer alguns shows com a formação Pablo, Rafael e Rodrigo (duas guitarras e bateria) até que, em agosto, o baixista Igor Lopes (já integrante da Moisés Velhinho) ingressou na banda. Em novembro do mesmo ano a banda disponibilizou, com a formação completa, um registro "demo", com nove músicas,  gravadas ao vivo em estúdio.

Já em agosto de 2016 a banda lançou o EP  com as músicas "Valores", "Autoajuda", "Atitude" e "Segurança", gravadas sob a produção de Egisto Dal Santo. 

Entre novembro de 2016 e janeiro de 2017, a No Gracias gravou mais um EP de quatro músicas, "Vista do jogo", produzido  por Sebastian Carsin. Desse mesmo EP, a banda lançou dois videoclipes, em agosto de 2017, da música "2016"  (dirigidos por Gérson Silva e Fábio Spolti) e, em março de 2018, de "Globotomia" (Gérson Silva).